Teoria do Dinheiro

Click here to edit subtitle

Ideias, Organização e Disciplina

Aprenda a avaliar melhor as suas ideias e a aplicá-las corretamente 
Frequentemente, em vários sites na internet (muitos deles com qualidade), em livros e PDFs, e até pelos auto-denominados Coachs, encontrarmos informações acerca da nossa zona de conforto, que devemos sair da mesma e melhorar as nossas competências e aptidões. Talvez seja verdade, mas talvez não ajude muito pensar numa zona de conforto. Quando pensámos em sair da zona de conforto, pensámos em como somos pequenos, e estamos a desperdiçar energia. Somos mais produtivos se procuramos por ideias, se fazemos algo para melhorar as ideias que já aplicá-mos ou se buscamos por mais conhecimento. A ideia é, em vez de pensar em sair da zona de conforto, esquecer que isso existe e fazer algo para realmente sair da zona de conforto. 

Pense em ideias, guarde as melhores ideias

Qualquer projeto de sucesso tem sempre uma grande ideia por trás.  A parte teórica, por vezes mal compreendida por muitos, e desconsiderada por outros, está presente em todos os tipos de trabalhos realizados pelo mundo. Por exemplo, para mandar um pontapé numa bola de futebol, já houve invenções de várias bolas, muitos testes, muitos materiais experimentados e descartados e investimentos. Também podemos falar que, a bola veio de algum lado. Alguém a fabricou, alguém a transportou e alguém a vendeu. Neste ponto de vista, o percurso desde o ponto inicial (a invenção da bola) até ao ponto final (o pontapé na bola), é muito extenso, composto de muitas ideias e muita teoria. Assim, um pontapé numa bola é composto por um sistema de negócios e ideias que o antecedem. Então, só é preciso criar algo idêntico: uma "bola" (um produto, serviço ou necessidade), que seja de qualidade, e levá-lo ao consumidor final, para que este seja bem servido e você obtenha o merecido lucro pela ideia.

Organização no trabalho e nas ideias

Temos dado conta que os melhores produtores, as melhores empresas, as melhores multinacionais, as melhores equipas, tem sempre uma organização por trás. Organização é a base. Ideias por si só, não vão funcionar sozinhas. É preciso um mecanismo para as fazer funcionar. Como se fosse um carro. Cada peça, sendo independente, não vai fazer nada sozinha, apesar de ter sido inventada para melhorar o rendimento do veículo. Porém, quando todas são juntas e organizadas, o veículo se torna um sistema completo que pode levar você a quase todos os lugares do mundo. Desta forma, depois de ter uma ideia, é necessário criar um sistema em volta dela, uma organização. Podemos ver isso muito bem no futebol, onde a ideia (a bola), é tratada de forma organizada por uma equipa (cuja esta tem uma organização, um sistema de jogo) de forma a que se possa obter a vitória no fim do jogo. A equipa que criar melhores condições para cuidar da bola tem tendência a vencer mais vezes.

E a disciplina, a supercola

O mundo está em constante mudança, como nós também. Uma coisa que aprendemos é que, no meio desta "bagunça", a capacidade de nos mantermos regulares eleva a nossa capacidade em um nível em relação aos que não são capazes de ser efectivos com regularidade. Isto quer dizer que, além de força de vontade, convém ser capaz de se manter a si mesmo num nível alto, assim como procurar sempre se manter nesse nível alto, pois a tendência é que aconteça o contrário. Somos bombardeados diariamente com ideias fracas de pessoas desmotivadas ou que não acreditam de forma alguma que são capazes de fazer algo interessante na vida. Temos distracções em todo lado que nos podem desviar o foco das nossas ideias e/ou caminho. Precisamos é ser disciplinados para não desviar o nosso foco do nosso caminho.