Teoria do Dinheiro

Click here to edit subtitle

A retracção de Fibonacci na Bolsa de valores

Quando trabalhamos na bolsa de valores não podemos trabalhar pela sorte. Por isso já revemos algumas ferramentas como Média móvel e o indicador MACD. Porém, há mais ferramentas que nos podem auxiliar como o Fibonacci. A retracção de Fibonacci é um indicador muito popular e muito importante, que nos ajuda a prever movimentos futuros através dos pontos pivot indicados pelo grafismo da retracção de Fibonacci. É uma ferramenta de desenho, que nos indica os pontos de resistência e suporte, que, quando aplicado com outras ferramentas, nos ajuda a compreender qual será o máximo/mínimo que o gráfico vai encontrar, e assim vender com lucro máximo ou prejuízo mínimo

Objetivos e percentagens da retracção de Fibonacci

A retracção de Fibonacci é composta por linhas horizontais, definidas em percentagens que indicam os limites de do movimento dos gráficos ou pontos de reversão. Esses pontos são representados por percentagens definidas geralmente em 0%, 23.6%, 38.2% 61.8% e 100%

Estas sequências são baseadas no estudo do matemático Leonardo Pisano Bigollo que ficou conhecida como série de Fibonacci, onde um número é a soma dos dois números anteriores ( 0, 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, etc)


Ao desenhar uma retracção de Fibonacci na Etoro num gráfico de determinada acção de uma empresa, reparámos que depois que bateu um topo representado pelos 0%, o gráfico demorou cerca de 2 meses para rebentar esse limite. Além desse comportamento, quando bateu o topo, teve uma retracção aproximada de 25% (a Etoro não representa mas é um valor também frequente). Quando rebentou esse limite, o gráfico bateu novos máximos e um novo padrão.

Depois de bater esse limite, alterámos o gráfico e desenhamos um novo Fibonacci. A mesma linha de 0% situa-se aos 90.00 e serviu de suporte para o novo comportamento do gráfico, que não quis baixar nunca deste valor. Reparámos também que Fibonacci desenhou onde se situa os -38.2% e -61.8%, que representam outros dois novos limites para o gráfico que mais tarde se revelaram resistências ao preço da acção da empresa. Assim, depois que a primeira resistência foi quebrada (0%), o gráfico situa-se entre dois novos limites (0% e -61.8%), aproximadamente.

Em outro gráfico de outra empresa, desenhámos novamente a retracção de Fibonacci. Reparámos que o gráfico da empresa está a manter-se entre o 0% e 38.2%, e visto que existe uma tendência de queda da empresa através de outros indicadores, quando o gráfico ultrapassar os 0%, a queda será grande, talvez até aos 151 pontos, caso se confirme a retracção de Fibonacci

O que pretendemos ao uilizar a retração de Fibonacci?

O objectivo principal é a previsão dos pontos de resistência e suporte. Ao desenhar a partir de um pico de alta e um pico de baixa, a retracção de Fibonacci prevê pontos de suporte e resistência futuros com um nível de acerto mesmo grande. Dessa forma, podemos prever preços onde podemos utilizar limites de perca, assim como limites de ganho, visto que daquele ponto o gráfico pára e retrai. Claro que este grafismo  não pode ser vista sozinha e deve ser vista em conjunto com outros indicadores.

Como desenhar a retracção de Fibonacci na Etoro?

A Etoro disponibiliza a oportunidade de desenhar a retracção de forma fácil de desenhar e de se compreender.

1- Escolha o gráfico que deseja estudar e clique em ferramentas

2- Escolha Fibonacci

3- Escolha o último topo/fundo que o gráfico apresenta e desenhe a sua retracção

Agora preste bem atenção ao grafismo que desenhou e reaja corretamente aos movimentos do gráfico. Quando utilizado com outros indicadores, você irá encontrar momentos para comprar e vender e ganhar dinheiro com isso.